DOENÇAS DA GENGIVA X DOENÇAS DO CORAÇÃO

 

 

 

Apesar de dividirmos o nosso organismo em partes, todas essas partes estão interligadas.

 

Algumas doenças da boca, como a periodontite – doença que envolve a gengiva e os tecidos de sustentação dos dentes –, ultrapassam o espaço da cavidade bucal.

 

Inflamações crônicas, de qualquer natureza, são cada vez mais associadas a um aumento do risco cardiovascular.

 

As doenças periodontais atingem 75% da população maior de 25 anos de idade.

 

O agente causador dessas doenças é a placa bacteriana – uma película proveniente dos resíduos alimentares, que gruda nos dentes e se estende até a gengiva.

 

Sinais da doença: sangramento gengival, mau hálito, gengiva que se afasta dos dentes, amolecimento dos dentes, secreção purulenta.

 

Pois bem, é cada vez mais preocupante a associação das enfermidades periodontais com as doenças do coração. Pessoas com gengivas doentes são duas vezes mais susceptíveis a complicações cardíacas do que aquelas com gengivas saudáveis.

 

Por intermédio da corrente sanguínea, as bactérias que causam a doença periodontal podem chegar ao coração levando toxinas, como também influenciando na formação de trombos.

 

Portanto, alerta! Prevenção!

 

Higienize dentes, gengivas e lingua sempre após as refeições.

 

Evite beliscar fora de hora.